O meu carrinho

Fechar carrinho

A Antigua de Kimberly e Jimmy

A Antigua de Kimberly e Jimmy
Publicado em

O nosso casamento na Guatemala já estava marcado há mais de um mês. Em Saltillo, logo depois de termos passado a fronteira, conhecemos uma família que tinha um casamento em Antigua, dia 14 de Outubro. Perfeito! Tivemos que voar do México para a Guatemala. Paramos no Belize, em Tikal e seguimos.

Chegamos a Antigua na véspera, estivemos com os familiares da noiva e ao final da noite podemos conhecê-los. Um amigo do noivo ia fotografar a cerimónia mas também podíamos lá estar e como ele não ia aos preparativos da noiva, fomos nós.  Logo pela manhã estávamos lá: maquilhagem, penteado, vestido, sapatos,... nada deixado ao acaso. Nos convites a cerimónia estava para as 15.30 mas na realidade seria só às 16.00. Não foi. Eram 17.00 quando estávamos a sair da casa onde a noiva se arranjava. Deu para umas duas fotos de fugida porque o tempo era escasso mas não queríamos deixar de aproveitar toda a envolvencia do sítio.

Os noivos não são de Antigua, são de Zacapa. Um cidade na Guatemala que vive de agricultura. Os convidados veem de lá, dos Estados Unidos onde muitos familiares estão emigrados e do México. A cerimónia é primeiro pelo civil e depois uma celebração religiosa. Tudo no mesmo espaço da quinta.

 

 

À semelhança do México aqui também fazem a cerimónia das cordas que ligam os dois. Depois algo diferente, cada noivo tem uma vela que o outro apaga porque agora já não são duas pessoas mas uma só e acendem uma nova vela em conjunto. Todos estes simbolismo servem para relembrar o poder da união. A cerimónia é emotiva, com a mãe do noivo a dar umas palavras no final. Devem estar perto de 100 pessoas.

 

Passamos para a zona onde vai ser o banquete. Os noivos dança sua primeira dança juntos, fazem o corte simbólico do bolo e brindam mesa-a-mesa com champagne. As pessoas levantam-se para ir buscar a sua comida, os noivos ficam para o fim. Sentam-se na mesa que ficou vazia e convidam-nos a juntarmo-nos a eles. Que honra.

Ficamos a saber mais da Guatemala e dos noivos! A Kimberley chegou a trabalhar nos Estados Unidos mas voltou a Guatemala onde trabalhou numa agência de viagens. Adora conhecer sítios novos. O noivo tem uma empresa de logística, e colabora com empresas como a das bananas Chiquita. Conheceram-se através de amigos em comum, e pelo que percebemos foram preservados todos os passos de uma relação tradicional: ele pediu-a em namoro e depois em casamento em Agosto deste ano.

Depois da comida servem o delicioso bolo de noiva e um café guatemalteco. Adoramos o café aqui. As pessoas começam a ir embora lentamente. Ainda é cedo, e aproveitamos para ir com os noivos tirar mais umas fotos.

Adoramos este casal e não conseguimos escolher as melhores fotos, quem nos dá uma ajuda?

Olá, obrigado por mudar o mundo uma compra de cada vez

Faça parte da nossa lista de e-mails