O meu carrinho

Fechar carrinho

Na estrada pelas Coloradas #11

Na estrada pelas Coloradas #11
Publicado em

Chegamos às Coloradas. Tínhamos visto fotografias e parecia um sonho. Mas nas fotos não mostram os mosquitos. Lagoas cor-de-rosa de um lado e o Mar do outro.

Saíamos do carro e olhávamos para as nossas pernas e lá estavam eles, mais de 5 de uma vez a picar-nos. Vimos mais flamingos e decidimos dormir por ali e partir no dia seguinte para Valladolid já que achamos as praias muito sujas e o cheiro náuseabundo a peixe podre insuportável. A regra número 1 para um overlander é não conduzir de noite. Por isso tínhamos mesmo que dormir ali. Quando falamos com um casal alemão que já ali tinha passado disseram-nos  que foi nas Coloradas que quebraram essa regra e decidiram conduzir de noite.

Nós estávamos  de mau humor com o sítio, e ele mostrou-nos que também pode estar de mau humor com os que o visitam. Continuem a ler.


Para estar mais frescos, já de noite, decidimos aproximar-nos da praia, e enterramos duas rodas. Não havia modo, escavamos uma cratera. Entretanto aproxima-se o António para nos ajudar, não o reconhecemos ao princípio mas é o senhor da loja de ferragens onde tínhamos ido à tarde comprar gasolina para o gerador.

Foi buscar a sua carrinha, puxou e pronto, fizemos pior. Tentou ajudar e foi chamar uns senhores que tinham um trator. Era meia-noite e eles disseram que estavam cansados. Como tínhamos seguro decidimos chamar o reboque, história que já contei aqui. De manhã apareceu de novo o António e foi chamar os senhores do trator para nos tirar dali. Eternamente agradecidos.


Depois de uma noite péssima, horas à conversa com a seguradora, e outras tantas a matar mosquitos,  decidimos ir até a um pequeno hotel para descansar e repor energias. Fomos para Valladolid.


Era sexta-feira e no domingo já íamos para Cancun. Apesar da peninsula se chamar Yucatán, esta alberga também o estado de Quintana Roo que é onde fica a famosa Riviera Maya. Descansamos mas a intenet é miserável em todo o México e nem lá conseguimos trabalhar.

Olá, obrigado por mudar o mundo uma compra de cada vez

Faça parte da nossa lista de e-mails