O meu carrinho

Fechar carrinho

Gabi e Paulino

Gabi e Paulino
Publicado em

Quando escrevi o post sobre as tradições inicialmente ainda não tínhamos casamento. Andávamos à procura mas chegávamos sempre tarde. Em Bacalar, fomos à igreja perguntar se havia algum casamento e dizem-nos que sim mas que não tem contactos nenhuns. Começamos a perguntar a toda a gente onde é que seria e encaminham-nos para Paraíso Bacalar. Falamos com o Pepe, que foi extremamente simpático e nos disse que ia falar com os noivos, Gabi e Paulino. Mas os noivos só chegavam na sexta-feira.  Oferecemo-nos para estar com ele e explicar tudo, não fez falta. Ele adorou o projeto, falou com os noivos e pronto. Temos casamento.

O nosso seguro acabava no Domingo e o casamento era no sábado. Íamos ter que sair logo pela manhã para o Belize. Mas não foi nada disso. Chegamos ao casamento falamos com o noivo que nos disse que ia ser uma festa de dois dias e que o segundo ia honrar as tradições da sua família de Oaxaca. Pronto, decidimos ficar. Quem é que consegue dizer que não a dois dias de festa?

Dia 1

Começa na igreja local, um lugar simples mas com um ar colonial e que retrata bem as igrejas do México. O noivo chega antes, e alinha-se com as damas de honor e os padrinhos. Todo um cortejo. O cor-de-rosa dá o mote aos vestidos e camisas. Entram os meninos das alianças, e a filha do casal ao colo. Logo seguida da noiva. Os noivos, Gabi e Paulino já estão no altar.

A cerimónia desenvolve-se como uma cerimónia cristã, com alguns detalhes mexicanos como falamos aqui. À saída da igreja, os habituais parabéns e os noivos fogem rapidamente. Vão chegar de forma surpresa ao local da festa. No paraíso Bacalar, mesmo de frente para a Lagoa das Sete Cores, é possível chegar de lancha. O lugar é mágico.
À chegada realiza-se a cerimónia civil, entretanto já foram distribuídas cervejas, e águas com sabores. Não, não são as nossas águas de sabores, muito mais natural: orchata, água de coco, água de Jamaica....

os convidados aproveitam para tirar algumas fotografias

Alguns canapés circulam pelas pessoas. Altura para ir até à cozinha ver quais serão as iguarias.


Serão servidas umas entradas na mesa: guacamole e outros pâtés para as pessoas partilharem. Depois um ceviche, como o da foto. E o prato quente é carne assada com camarões, purê de batata, e um preparado com molho. Eu fico pela cozinha e ainda dou uma ajuda. Adoro.

De seguida corta-se o bolo e os noivos fazem a primeira dança. Vão sendo chamadas as pessoas mais importantes na vida deste casal para ir partilhando a pista com eles. Lentamente o espaço começa a encher. As mulheres descalçam os saltos altos.

Estão todos animados, um empregado circula pela pista a distribuir cerveja. Não há hora para acabar esta festa tão boa. O Dj vai distribuindo chapéus de acordo com cada canção: “the roof is on fire” e vemos chapéus de bombeiro na pista, “mariachi” e distribuem-se chapéus tipicamente mexicanos,....

Nós acabamos por ir embora ainda a festa vai a meio, mas o segundo dia promete.

Obrigado Gabi e Paulino por nos deliciarem estar neste dia tão especial.

Olá, obrigado por mudar o mundo uma compra de cada vez

Faça parte da nossa lista de e-mails