O meu carrinho

Fechar carrinho

Dicas para Viajar de Carro no México

Dicas para Viajar de Carro no México
Publicado em

Não somos ainda uns experts e a realidade é que não seremos porque nos meteram tanto medo com o México que seguimos muito rápido pelo norte, como já vos tínhamos avisado.
Mas temos algumas dicas:

Na fronteira, demoramos uma hora, e é preciso volta para outro caminho para pedir a autorização para o carro. Mas o mais importante é que pedem uma caução para o carro. O ideal os entregar o valor em dinheiro, li que pode ir até aos 300 dólares. Nós demos 200 e depois vão devolver, quando sairmos do país.

Tivemos também que fazer um seguro de carro, fizemos na MAPFRE mas não recomendamos nada. Supostamente, o seguro cobre assistência em viagem. Pois, nós ficamos atolados na areia, e depois de 10 horas à espera do reboque, entre muitas chamadas e um senhor que veio ver se o carro precisava mesmo do reboque. Depois de falar com 6 pessoas, e sempre a confirmarem que o reboque já ia, há um que diz que não temos direito. Já eram 8 horas da manhã e tivemos que chamar um trator na aldeia para nos safar.

O mais perigoso no Mexico não são os cartéis de droga, são os “Topes”, ou lombas. Já identificamos alguns tipos de topes:
1 - Os topes que só vemos quando estamos mesmo a chegar e só temos tempo de nos segurar ao banco e dizer: CUIDADO
2 - Os topes que vemos ao longe e que vamos muito devagarinho, o melhor truque é identificar um condutor cauteloso e ir sempre atrás dele e ver quando abranda e abrandar
3 - Os topes que não são nada e que vamos devagar e afinal não eram, gostamos de lhes chamar nopes.
4 - Os topes mais divertidos onde estão animais parados, já vimos uma vaca, e um peru, para além de muitos gatos e cães.

É importante referir que no México as pessoas não são muito adeptas de cumprir as regras da estrada, não cumprem os limites e por isso, muitas vezes os habitantes de um sítio pedem para colocar os topes para que as pessoas tenham mais cuidado na sua vila. Depois ao lado de cada tope há sempre uma loja de venda de pneus.

Fomos pela auto-estrada mas também por nacionais, e a realidade é que as auto-estradas apesar de pagarmos são mais econômicas porque com as travagens por causa dos topes nas nacionais consumimos mais combustível, as estradas tem muitos mais buracos, e o caminho tem mais curvas e é mais longo. Ao viajar pelas auto-estradas no México estamos cobertos por um seguro e além disso disponibilizam a um serviço gratuito de reparações rápidas que possam ser feitas na estrada. São os chamados anjos verdes.

Ao longo das estradas fomos vendo muita polícia, o que se por um lado nos tranquiliza por outro são eles os principais extorquidores de dinheiro e que muitas vezes inventam multas para prejudicar

Olá, obrigado por mudar o mundo uma compra de cada vez

Faça parte da nossa lista de e-mails